banner_atom

Redação SEO: melhores práticas e dicas para escrever em seu site

Redação SEO: melhores práticas e dicas para escrever em seu site

redação-seo

Aplicar uma boa estratégia de SEO e marketing de conteúdo é entender seu público e o que eles procuram.

Fala-se muito sobre conteúdo de SEO, mas a abordagem costuma ser muito artificial ou ancorada em práticas desatualizadas que não conversam com a realidade de hoje. Mas, antes de desmistificar esse novo mundo do SEO, vamos primeiramente entender o seu conceito.

Otimização de mecanismos de pesquisa (SEO) é o processo de otimizar seu site para que ele apareça em resultados de pesquisa relevantes, e isso está diretamente ligado ao Marketing de Conteúdo.

Desse modo, o marketing de conteúdo é o processo de criação de conteúdo de alta qualidade, valioso e relevante que irá direcionar o tráfego para o seu site, aumentará o conhecimento da marca e, por fim, se converterá em vendas. 

Todavia, o objetivo do marketing de conteúdo não deve ser apenas criar um fluxo de conteúdo sem propósito e autenticidade. Em vez disso, você deve se concentrar na criação de uma estratégia de marketing de conteúdo que seja informativa, envolvente e composta de conteúdo que seu público deseja ativamente consumir.

Para isso, é preciso entender como funciona o SEO e quais os mitos e verdades sobre ele.

Como o marketing de conteúdo afeta o SEO?

Conteúdo relevante e de alta qualidade são os principais aspectos de uma estratégia de SEO de sucesso. É ótimo ter um grande número de visitantes em seu site, mas sem um conteúdo de qualidade, eles não vão durar muito tempo. 

Além da óbvia perda de tempo associada a atrair pessoas para o seu site sem conteúdo relevante, os usuários que saem do site rapidamente aumentam a taxa de rejeição do site.

Por sua vez, essa métrica comunicará ao Google que seu site não está retendo visitantes e, portanto, não é de alta qualidade ou relevante para os termos de pesquisa do usuário.

O marketing de conteúdo é um meio de produzir conteúdo relevante e de alta qualidade que o Google pode julgar e classificar bem para os termos de busca de destino. 

Isso também lhe dá a oportunidade de otimizar seu conteúdo com as palavras-chave corretas, para quando o Google rastrear seu site, seus bots saibam exatamente em quais resultados de pesquisa você deve aparecer.

Marketing de conteúdo e backlinks

O marketing de conteúdo também pode apoiar sua estratégia de backlink. Então, se você tiver conteúdo de alta qualidade, informativo e envolvente, outros usuários e sites terão maior probabilidade de compartilhar seu conteúdo e criar um link para ele em seus próprios sites.

Aliás, ter um perfil de backlink forte é essencial se você deseja subir ao topo do ranking do Google.

5 coisas que você precisa saber sobre a Redação SEO

1. Escreva apenas o suficiente

É verdade que muito conteúdo melhora o ranqueamento no Google? Isso depende. O Google tem trabalhado muito nos últimos anos para deixar claro que tudo o que você escreve se destina aos usuários, e não, necessariamente, ao posicionamento. 

Com efeito, há uma lógica prevalecente por trás dessa premissa: se o conteúdo fornece informações precisas e úteis aos usuários, isso ajudará a cumprir a intenção de pesquisa que os levou a visitar aquele URL em primeiro lugar e, portanto, será considerado “bom”. É por isso que você terá mais oportunidades de posicionar melhor suas páginas nos motores de busca. 

Portanto, sempre escreva o suficiente para passar uma mensagem clara ao seu público-alvo. Estender o conteúdo artificialmente em seu site ou blog não irá melhorar o posicionamento, mesmo que seus concorrentes tenham um conteúdo maior e mais longo (mas não necessariamente melhor de acordo com o Google).

2. Um blog pode agregar valor ao seu site

Conforme o Google, “ter um blog geralmente não é um fator de classificação”. Desse modo, um blog de conteúdo relevante e otimizado pode ajudar um usuário a entender em que tipo de atividade uma empresa está envolvida ou do se que trata o site, mas isso não afeta realmente o desempenho geral ou a classificação.

A premissa, mais uma vez, é que um blog pode agregar valor e ajudar o usuário. Nesse caso, um blog pode ser uma ferramenta muito útil, mas não é estritamente necessária para posicionar seu site no Google.

3. Escreva conteúdos novos e originais

O Google valoriza o conteúdo exclusivo, portanto, evite postar algo novo se for muito semelhante a algo já publicado. Além disso, quando o Google fala sobre conteúdo novo, isso não é apenas sinônimo de algo criado na hora, mas também de atualização. 

Nos casos em que é melhor criar conteúdo do zero, recomendamos vincular as partes de conteúdo antigas para ajudar o usuário a expandir as informações disponíveis para eles. Assim, quando se trata de um tópico recorrente que surge de vez em quando, é uma boa ideia revisitar o conteúdo existente e mantê-lo atualizado.

4. Livre-se de conteúdos ruins

Se o conteúdo em seu domínio for considerado spam ou de baixa qualidade pelo Google, o domínio pode ter um desempenho insatisfatório e não ser indexado. 

Na pior das hipóteses, o domínio pode sofrer penalização manual. Se isso acontecer, a única solução é limpar tudo o que for negativo da perspectiva do usuário. Então, se o seu conteúdo não está funcionando, melhore-o ou remova-o.

5. Opte por conteúdos únicos e originais

Para o Google, copiar e colar de qualquer outro site (incluindo do próprio provedor) é conteúdo duplicado. Além do óbvio, existem outras maneiras de cair em problemas de conteúdo duplicado interno que não são necessariamente intencionais. 

Por exemplo, em domínios que possuem versões localizadas para diferentes regiões ou idiomas, se não forem feitas corretamente, o Google irá considerá-los duplicados.

Dicas rápidas de SEO

Por fim, veja o que escrever e o que evitar para criar conteúdo SEO eficaz:

O que escrever?

  • Pense em seus usuários e nos temas que serão relevantes para eles;
  • Use as palavras-chave certas para cada intenção de pesquisa;
  • Escreva o quanto for necessário para dar boas informações: nem mais, nem menos, apenas o suficiente;
  • Seja original e evite conteúdos duplicados.

 

  • O que evitar?
  • Evite o uso repetitivo e sem sentido de palavras-chave e seus sinônimos;
  • Textos longos e sem propósito claro, sem fio condutor e sem informações úteis;
  • Conteúdo igual ou semelhante a outro conteúdo já publicado no próprio site ou em outros sites

Foto capa: Reprodução/Pexels

Posts Relacionados